O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

NOTÍCIAS
 
28/11/2008 - 23:23h
Ibama-Soltura de aves

Ibama/GO realiza soltura de aves na natureza

Goiânia (27/11/2008) - A Coordenação de Fauna e Recursos Pesqueiros da Superintendência do Ibama em Goiás, juntamente com os parceiros do Projeto ASAS GO – Áreas de Soltura de Animais Silvestres: Universidade Federal de Goiás-UFG, a empresa Anglo American (Catalão-GO) e o IPAAC – Instituto de Pesquisas Ambientais e Ações Conservacionistas farão na tarde de amanhã (28) a soltura de 172 aves na Fazenda Cachoeira, município de Aragoiânia-GO.

As 172 aves que serão libertadas são 118 canários-da-terra, seis bigodinhos, seis coleiros-do-brejo, quatro pássaros-pretos, três tico-ticos-rei, 32 curiós, um sanhaço, dois chupins e dois sábiás-laranjeira.

A maior parte dos animais a serem soltos é oriunda das atividades de fiscalização e combate ao tráfico de animais, que geram um grande contingente de fauna apreendida, cujo destino deve ser a liberação no habitat original, após a verificação das condições de adaptação à vida silvestre. No entanto, para que isso ocorra são quatro as fases estabelecidas e utilizadas neste processo de soltura, necessárias ao cumprimento da legislação:

1-Definição das áreas de soltura (estudo de remanescentes florestais e qualidade do ambiente para a determinação das espécies a serem soltas);

2-Avaliação dos animais que podem ser soltos (exames físicos, clínicos e comportamentais realizados por pesquisadores e estudantes de pós-graduação em Veterinária da UFG);

3-Treinamento de vôo e readaptação à alimentação encontrada na natureza);

4- Monitoramento dos animais pós-soltura (recaptura, e observação visual para verificar as condições dos animais e se estão procriando).

O local desta soltura é uma fazenda cadastrada no Projeto ASAS GO, onde já houve outra liberação de aves com sucesso, tendo resultado positivo com a reprodução dos animais soltos. Caso específico de um casal de tico-tico-rei (Coryphospingus cucullatus) e um casal de azulão (Cyanocompsa brissonii) com um filhote cada.

É importante lembrar que a destinação de animais silvestres não é tão simples e necessita de estudos técnicos aprofundados para conhecermos os efeitos positivos e negativos na natureza, não sendo permitida a soltura de qualquer animal silvestre ou não, sem autorização do IBAMA.

Com parcerias como as já estabelecidas e outras que certamente virão o Ibama-GO espera poder recuperar milhares de animais retirados ilegalmente da natureza.

Mirza Nóbrega
Ascom/Ibama-GO

 

Obs.: Os interessados em participar poderão aguardar as 14h00, no Posto Sara (saída para Cromínia) ou combinar a saída as 12h30 da porta da Superintendência do Ibama-GO. Presumimos que as redes de TV poderão fazer belas imagens.

Tendo em vista a possível dificuldade de localização da fazenda, solicitamos a confirmação da presença nos telefones abaixo para combinarmos o deslocamento:

Leo Caetano – 8111-1953 ou 3901-1942

Mirza Nóbrega – 9973-4584 ou 3901-1961

 

 


< voltar

 
 
www.fundodovale.com.br - 2017 - Desenvolvimento: